Zelensky visita Bucha e acusa Rússia de genocídio: ‘São crimes de guerra’

Governo da Ucrânia diz que russos cometeram massacre na cidade, matando civis; autoridades locais estimam que 300 pessoas foram enterradas em valas comuns na cidade

  • Por Jovem Pan
  • 04/04/2022 11h57 - Atualizado em 04/04/2022 12h12
RONALDO SCHEMIDT / AFP Volodymyr Zelensky Partes da cidade foram retomadas pelas forças ucranianas

O presidente da Ucrânia, Volodymyr Zelensky, visitou a cidade de Bucha e denunciou os “crimes de guerra” cometidos pelas tropas da Rússia. A visita aconteceu nesta segunda-feira, 4, dias depois de terem sido vistos corpos de civis mortos nas ruas da cidade. Ao visitar a cidade, localizada a noroeste de Kiev, Zelensky falou aos veículos de imprensa, mencionando “milhares de pessoas assassinadas e tortura, com membros decepados, mulheres estupradas e crianças assassinadas”. “Todos os dias, quando nossos combatentes entram e recuperam um território, eles veem o que acontece […] São crimes de guerra e serão reconhecidos como genocídio”, disse Zelensky. O governo da ucraniana acusou os russos de terem cometido um “massacre”na cidade. De acordo com o prefeito da cidade, Anatoly Fedoruk, mais de 300 pessoas foram enterradas em “valas comuns” em Bucha. Entretanto, estima-se que aproximadamente 100 pessoas ainda estão nas ruas. Por sua vez, Moscou nega ter matado civis na cidade e diz que especialistas do Ministério da Defesa encontraram sinais de “falsificações nos vídeos”.

*Com informações da AFP