Mutirão Carcerário tentará diminuir número de processos criminais no Maranhão

  • Por Jovem Pan
  • 16/01/2014 17h46

O Mutirão Carcerário, iniciativa do Conselho Nacional de Justiça, chega ao Maranhão para tomar medidas legais que ajudem a aliviar a crise do sistema carcerário do estado.

Trinta defensores públicos de outros estados do País devem chegar a São Luis nos próximos 15 dias para auxiliar na força-tarefa.

28 promotores de justiça, 22 juízes e 21 defensores públicos ajudarão a analisar processos criminais de presos provisórios do Presídio de Pedrinhas, que ajudam a lotar o local, palco de cenas de violência recentes.

A ação é incentivada pelo Comitê de Ações Integradas que tenta debelar a crise no Maranhão.