Não use o rotativo do cartão de crédito nas compras de fim de ano

  • Por Jovem Pan
  • 10/11/2014 14h26

Compras de Natal aumentam movimento da 25 de março

Natal aumenta movimento da 25 de março

Como foi acertado na sexta-feira, hoje a Denise vai falar sobre finanças pessoais, sem responder perguntas. Hoje nós vamos falar de consumo, até pensando na proximidade do Natal, como escolher as melhores opções para pagar as compras. É melhor pagar a vista, com cartão, cheque pré datado. E se for usar o crediário das lojas, quais os cuidados? A internet pode ser uma boa opção para economizar?

Denise Campos de Toledo – É melhor pagar à vista e negociar o desconto. Há uma taxa que o lojista paga a cada transação parcelada. Então não faz sentido não dar desconto à vista. Vale a pena insistir no desconto, principalmente se for uma despesa maior, uma compra ou um presente mais caro.

Com o cartão de crédito, você ganha um tempo para pagar, mas não use o rotativo. A taxa é de cerca de 12% ao mês. Se você usa isso, chega em janeiro, está totalmente enroscado em dívidas.

Confira se não tem juros mesmo de crediário de loja. Muitas vezes na hora em que você faz a conta, dá diferença. Eles fazem aquela ilusão de 9, 10, 11 parcelas e criam um valor ilusório para enganar o cliente. É uma pegadinha do crediário.

E, antes de entrar nesse parcelamento, compare o preço em várias lojas para ver onde é melhor o custo final.

E olhe na internet, uma vez que as principais lojas possibilitam uma pesquisa online antes mesmo de você sair de casa.