Náufrago salvadorenho deixa o hospital após uma semana em recuperação

  • Por Agencia EFE
  • 18/02/2014 17h02

San Salvador, 18 fev (EFE).- O náufrago salvadorenho José Salvador Alvarenga deixou nesta terça-feira o hospital onde permaneceu em recuperação desde que retornou a seu país há uma semana depois de viver uma odisseia por mais de um ano no oceano Pacífico.

Alvarenga saiu do hospital San Rafael, de Santa Tecla, em um veículo particular junto com seus pais, minutos depois que recebeu a alta médica, segundo constatou a Agência Efe.

Tanto a família como as autoridades médicas asseguraram aos jornalistas que Alvarenga não se dirigia a sua casa, mas também não detalharam qual era seu destino, por razões de “privacidade”.

A ministra de Saúde salvadorenha, María Isabel Rodríguez, declarou em entrevista coletiva que os médicos deram alta ao sobrevivente após opinar que “as condições físicas dele são muito boas”, embora o tratamento continue.

Rodríguez explicou que Alvarenga tem “uma pequena hérnia”, que se formou por causa da posição incômoda em que esteve durante sua travessia pelo mar, embora “não haja necessidade de uma intervenção cirúrgica”.

O chefe da unidade de saúde mental do hospital, Ángel Sermeño, declarou que Alvarenga continuará em tratamento psiquiátrico, devido ao “estresse pós-traumático” que sofre, e que a alta médica é apenas “uma etapa” desse processo.

Alvarenga, de 37 anos, esteve à deriva no mar desde o final de 2012, quando saiu do México para pescar, até que no dia 30 de janeiro passado foi resgatado nas Ilhas Marshall, no Pacífico Sul, de onde foi repatriado em 11 de fevereiro. EFE

lam/rsd