Netanyahu diz que acordo nuclear com o Irã é um erro de proporções históricas

  • Por Agencia EFE
  • 14/07/2015 06h25
Benjamin Netanyahu

O primeiro-ministro de Israel, Benjamin Netanyahu, classificou como “um erro de proporções históricas” o acordo nuclear firmado nesta terça-feira entre o Irã e o Grupo 5+1 (Estados Unidos, Rússia, França, China, Reino Unido, mais Alemanha) e disse que fará de tudo para impedir que a República Islâmica obtenha armas atômicas.

“O Irã terá um caminho livre para desenvolver armas nucleares e muitas das restrições que o impediam serão suspensas”, disse Netanyahu no início de uma reunião com o ministro de Relações Exteriores da Holanda, Bert Koenders, informou a imprensa local.

Outros líderes israelenses disseram que hoje é “um dia negro para todo o mundo livre” e afirmaram que o pacto entre o Irã e as potências ocidentes é como “dar um fósforo a um piromaníaco”.