Netanyahu diz que Hamas violou oferta de trégua e fala em defender seu povo

  • Por Jovem Pan
  • 28/07/2014 07h18

O primeiro-ministro de Israel disse que Hamas violou oferta de trégua e garante que fará o que for necessário para defender seu povo. Apesar da afirmação de Benjamin Netanyahu, relatos de moradores da Faixa de Gaza às agências de notícias mostraram redução no lançamento de mísseis.

Os disparos foram feitos pelo Hamas mesmo depois de ter apoiado o chamado de trégua proposto pela ONU na manhã de domingo (28). São poucos os indícios de pausa no conflito, especialmente pelas alegações – de ambos os lados – de que houve rompimento no último acordo de trégua.

Bernardo Kocher, da Universidade Federal Fluminense, lembrou a situação dos palestinos em Gaza e disse que os ataques servem como resposta. Falando a Anchieta Filho, o professor de história contemporânea Universidade Federal Fluminense afirmou que um acordo daria opção para o Hamas.

*Ouça os detalhes no áudio

Desde que o conflito começou esforços diplomáticos liderados pelos Estados Unidos e pela ONU têm buscado trégua ou fim da guerra. Na avaliação do professor de relações internacionais da PUC, Reginaldo Nasser, as ações não terão resultado sem que alguns pontos sejam observados.

Foram registradas até agora as mortes de pelo menos 1.139 palestinos em Gaza, a grande maioria civis; do lado israelense são 46 mortos. As ações diplomáticas não tiveram êxito até agora já que o Hamas quer o fim do bloqueio econômico israelense-egípcio e Israel quer desarmar o outro lado.