Neto de Cousteau permanecerá 31 dias em laboratório submarino na Flórida

  • Por Agencia EFE
  • 01/06/2014 23h34

Miami, 1 jun (EFE).- Fabien Cousteau, neto do famoso oceanógrafo francês Jacques-Yves Cousteau, desceu neste domingo até um laboratório submarino situado nas águas da Flórida para realizar explorações científicas durante 31 dias.

Com a descida, o cientista começou a denominada “Missão 31” com a qual quer honrar a memória de seu lendário avô, que em 1963 criou a primeira base submarina e permaneceu nela 30 dias.

Pouco após submergir em direção à instalação submarina Aquarius, situada a 20 metros de profundidade em águas de Cayo Largo, no extremo sul da Flórida, a página da missão na internet começou a transmitir imagens ao vivo de Cousteau e de sua equipe de cientistas.

Tal como disse o cientista quando anunciou a exploração, o objetivo principal de “Missão 31” será estudar a “conexão humana com o oceano através da lente da exploração e do descobrimento”.

O laboratório submarino Aquarius, situado a 5,9 quilômetros do litoral, é uma base singular com medidas similares às de um ônibus escolar, e pelo qual passaram um total de 16 equipes de astronautas para se formarem em condições similares ao espaço.

Durante os 31 dias da missão, os cientistas contarão com o apoio de estudantes da Universidade Internacional da Flórida e de outras universidades. EFE