Nigéria registra primeira morte por ebola fora de Lagos

  • Por Agencia EFE
  • 28/08/2014 07h43

Lagos, 28 ago (EFE).- Um médico morreu nesta quinta-feira por causa do vírus do ebola na cidade de Port Harcourt, o que o torna a primeira vítima fatal registrada fora de Lagos, onde cinco pessoas morreram por causa da doença, informaram as autoridades nigerianas.

A vítima teve contato com o nigeriano que trabalhava na Comunidade Econômica de Estados de África Ocidental e que faleceu após manter contato com Patrick Sawyer, a primeira vítima do vírus em território nigeriano.

Port Harcourt, capital do Estado de Rivers, é uma cidade petrolífera situada ao sul da Nigéria, o país mais povoado da África.

A propagação da doença além de Lagos representa um retrocesso nos esforços para combater o vírus na Nigéria, onde a Organização Mundial da Saúde (OMS) assinalou recentemente que a transmissão do vírus estava contida.

Até este momento todas as pessoas que morreram na Nigéria por causa do vírus, tiveram contato com Sawyer, que morreu em Lagos no final de julho após viajar para Nigéria saindo da Libéria.

Dentro de seus esforços para conter a epidemia, que já causou a morte de mais de 1.550 pessoas na África Ocidental, o governo nigeriano adiou até o dia 13 de outubro o começo do ano letivo. EFE