Novas espécies de lagartixas são descobertas em região remota da Austrália

  • Por Agencia EFE
  • 30/10/2014 08h57

Sydney (Austrália), 30 out (EFE).- Um grupo de cientistas da Austrália descobriu duas novas espécies de lagartixas em uma região remota da península de Cape York, no extremo nordeste da Austrália, informaram nesta quinta-feira fontes acadêmicas do país.

O líder da expedição científica, Conrad Hoski, pesquisador da Universidade James Cook, descobriu as espécies no planalto de florestas da cordilheira de Cape Melville, a cerca de 170 quilômetros da cidade de Cooktown.

Hoskin explicou que as duas espécies estavam escondidas em uma área de montanha isolada e remota, rodeada por grandes formações de rocha, segundo um comunicado da Universidade James Cook.

As duas lagartixas já foram batizadas oficialmente e descritas na última edição da revista científica “Zootaxa”, com o que Hoskin acumula cinco espécies de animais descobertas em Cape Melville.

Para Hoskin, a cordilheira Melville ficou muito isolada do resto do mundo por milhões de anos e por isso “provavelmente tem a maior quantidade de espécies de animais únicas por área que qualquer outro lugar da Austrália”.

Os nomes científicos dos dois animais, Carlia wundalthini e Glaphyromorphus othelarrni, foram escolhidos por líderes aborígines da região. EFE

wat/ma