Novo presidente da Costa Rica toma posse e promete luta contra corrupção

  • Por Agencia EFE
  • 08/05/2014 16h51

San José, 8 mai (EFE).- O centro-esquerdista Luis Guillermo Solís tomou posse nesta quinta-feira como presidente da Costa Rica, em cerimônia no Estádio Nacional na qual prometeu um diálogo aberto com todos os setores e lutar contra a corrupção e a desigualdade.

Solís, que sucede Laura Chinchilla no poder, foi juramentado pelo presidente da Assembleia Legislativa, Henry Mora, que como ele pertence ao Partido Ação Cidadã (PAC).

Após receber a faixa presidencial, Solís chamou toda sua família para subir ao palanque. Posteriormente pronunciou um discurso no qual prometeu combater a desigualdade social e a corrupção, e abrir um diálogo com todos os setores do país.

“Convoco um espírito negociador com respeito para alcançar o desenvolvimento que ansiamos. Um diálogo fértil baseado na transparência”, expressou Solís em seu primeiro discurso presidencial.

Solís afirmou que por estarem representados no Congresso nove partidos políticos, sem uma maioria contundente para nenhum, é uma obrigação buscar acordos “transparentes” para lutar contra a corrupção, melhorar as finanças públicas, a educação e a saúde.

O presidente assegurou ainda que trabalhará para reativar o setor agropecuário e para sanear as finanças do Estado que se viram afetadas pelo déficit fiscal de 5,4% do Produto Interno Bruto (PIB).

“A corrupção está carcomendo a democracia e quebrando as finanças públicas. O novo governo a combaterá sem descanso”, prometeu. EFE

dmm/rsd