Novo terremoto no Nepal deixa pelo menos seis mortos

  • Por Agencia EFE
  • 14/05/2015 05h08

Katmandu, 12 mai (EFE).- Pelo menos seis pessoas morreram após o novo terremoto de 7,3 graus que foi sentido nesta terça-feira no Nepal, atingindo especialmente o distrito de Sindhupalchok (noroeste de Katmandu), segundo diferentes fontes governamentais.

O Centro Nacional de Operação de Emergência informou que quatro pessoas morreram em Chautara, capital de Sindhupalchok, enquanto o porta-voz do Ministério do Interior, Laxmi Prasad, indicou à Agência Efe que outros duas pessoas morreram em Sitapaila e Teku, bairros periféricos de Katmandu.

Sindhupalchok já foi o território mais castigado pelo terremoto do dia 25, ao ser o local onde mais de um terço dos mais de 8 mil mortos foram contabilizados até o momento.

As fontes informaram que um edifício de cinco andares que tinha ficado danificado no anterior terremoto terminou de desabar em Bhaktapur, no Vale de Katmandu.

Na capital outro grande edifício onde operava o Banco do Himalaia também caiu.

Milhares de pessoas saíram às ruas em Katmandu após o novo terremoto, enquanto vários edifícios muito atingidos no anterior terremoto terminaram de desabar.

O Nepal ainda trata de se recuperar de um terremoto que deixou mais de oito mil mortos, mais de 17,8 mil feridos e dezenas de milhares de casas danificadas.

As autoridades, em colaboração com organismos internacionais, tratam há dias de levar alimento e remédios a famílias nas zonas do Vale de Katmandu.

O do dia 25 foi o terremoto de maior magnitude no Nepal em 80 anos e o pior na região do Himalaia em uma década desde que em 2005 outro terremoto deixou mais de 84 mil mortos na Caxemira. EFE