Número de mortos pela erupção do monte Ontake pode subir para 31

  • Por Agencia EFE
  • 28/09/2014 14h57

Tóquio, 28 set (EFE).- As autoridades japonesas temem que o número de mortos após a erupção do monte Ontake, no centro do Japão, suba para 31 pessoas, apesar de só confirmarem por enquanto a morte de quatro.

Apenas quatro das 31 vítimas com parada cardiorrespiratória encontradas perto do cimo puderam ser evacuadas, já que a pouca visibilidade e os gases tóxicos que saem do vulcão impediram o acesso aos equipamentos médicos, informou o governo da Prefeitura de Nagano.

Os serviços de resgate pretendem tentar resgatar na segunda-feira as outras 27 pessoas que ainda permanecem no vulcão, embora seja pouco provável que entre elas haja sobreviventes se confirmadas as primeiras avaliações no terreno.

Outras 45 pessoas continuam desaparecidas, mas as autoridades japonesas acreditam que elas estejam instaladas em refúgios na própria montanha.

O monte Ontake, o segundo vulcão mais alto do Japão, situado a cerca de 100 quilômetros da cidade de Nagóia, começou a expulsar fumaça, rochas e cinzas na madrugada de sábado e, desde então, continuou emanando resíduos, informou a agência meteorológica japonesa.

Centenas de pessoas estavam praticando montanhismo no vulcão no momento da erupção. A maioria pôde abandonar a região sozinha e outros foram evacuados, os últimos na manhã de domingo com a ajuda de helicópteros do exército japonês.

Cerca de 40 pessoas ficaram feridas com queimaduras e lesões provocadas por quedas.

No entanto, as autoridades não sabem o número exato de turistas que estavam no monte Ontake no momento da erupção.

Os serviços de resgate foram obrigados a interromper as operações várias vezes por causa da má visibilidade e das emissões de gases tóxicos.

Mais de 500 policiais, bombeiros e membros do exército japonês foram mobilizados para as ações.

A agência meteorológica japonesa prevê que “a atividade vulcânica continue” e considera provável uma nova erupção, mas de baixa intensidade.

A última grande erupção do monte Ontake ocorreu em 1979, quando expulsou mais de 200 mil toneladas de cinzas. Em 1991 houve outra erupção menor e, em 2007, uma série de terremotos vulcânicos foram registrados.

O Japão está situado no chamado anel de fogo do Pacífico e conta em seu território com mais de uma centena de vulcões ativos e inativos. EFE