Obama afirma que avanço de lava do Kilauea no Havaí é uma “catástrofe grave”

  • Por Agencia EFE
  • 04/11/2014 06h58

Washington, 4 nov (EFE).- O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, declarou nesta segunda-feira como uma “catástrofe grave” o avanço da lava do vulcão Kilauea em direção à cidade de Pahoa, de apenas mil habitantes, situada na maior ilha do estado do Havaí.

A Casa Branca anunciou em comunicado o envio de ajuda federal para o Havaí, onde declarou estado de emergência no dia 5 de setembro e mantém 50 casas em alerta de evacuação.

A lava, que começou a sair em junho, acelerou seu avanço no penúltimo fim de semana de outubro, com 18 metros por hora, mas, nos últimos dias, vem avançando mais lentamente, segundo as autoridades locais.

As autoridades tinham alertado que a lava poderia chegar às primeiras casas de Pahoa nesta semana, mas o movimento do fluxo desacelerou nos últimos dias, por isso não há como prever, por enquanto, quando ela alcançará os imóveis.

Mais de 80 integrantes da Guarda Nacional dos Estados Unidos estão fazendo a segurança, desde a última quinta-feira, do pequeno povoado, onde a lava ameaça destruir casas e interditar várias estradas.

As erupções do Kilauea, um dos maiores vulcões do mundo, são contínuas desde 1983.

A Ilha do Havaí, também conhecida como a “Ilha Grande” para diferenciá-la do nome do estado, é a mais extensa das oito que formam o arquipélago no Oceano Pacífico.

O Havaí se tornou 50º estado dos Estados Unidos no dia 21 de agosto de 1959. EFE