Obama assina nova lei de vigilância da NSA, que entra em vigor imediatamente

  • Por Agencia EFE
  • 02/06/2015 23h23

Washington, 2 jun (EFE).- O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, assinou nesta terça-feira a reforma da lei de vigilância da Agência de Segurança Nacional (NSA), apenas horas depois de ela ter sido aprovada pelo Senado, e a medida passou a valer imediatamente.

Em comunicado, a Casa Branca informou da rubrica de Obama, que se apressou em promulgar a “Lei de Liberdade dos EUA”, que emenda o “Patriotic Act”, aprovada após os atentados terroristas de 11 de setembro de 2001, como a coleta em massa de dados telefônicos dos cidadãos.

Os Estados Unidos continuarão com suas práticas de vigilância, mas não será o governo que compilará diretamente a informação dos cidadãos, responsabilidade que recairá nas mãos das companhias telefônicas, e caso a administração necessite por motivos de segurança, receberá dados específicos.EFE