Obama faz um minuto de silêncio pelo 14° aniversário do atentado de 11/9

  • Por Agencia EFE
  • 11/09/2015 12h59

Washington, 11 set (EFE).- O presidente dos EUA, Barack Obama, e sua esposa, Michelle, fizeram nesta sexta-feira um minuto de silêncio nos jardins da Casa Branca em memória pelas vítimas dos atentados terroristas de 11 de setembro de 2001.

A breve cerimônia foi realizada às 8h46 local (9h46, em Brasília), exatamente 14 anos depois do impacto do voo número 11 da American Airlines contra a Torre Norte do World Trade Center de Nova York.

Junto aos Obama, participaram do minuto de silêncio cerca de 200 trabalhadores e altos funcionários da Casa Branca, entre eles o porta-voz do presidente, Josh Earnest, as assessoras Susan Rice e Valerie Jarrett, e o chefe de gabinete, Denis McDonough.

A bandeira da Casa Branca ondeou a meio mastro em uma manhã ensolarada.

O secretário de Defesa, Ashton Carter, participou de outro ato no Pentágono e Obama visitará depois a base de Fort Meade (Maryland) para reconhecer e agradecer os “sacrifícios” das tropas americanas e suas famílias.

Em sua conta no Twitter, o presidente afirmou que hoje é um dia para “honrar” os falecidos e “homenagear” aqueles que prestam serviço para manter os Estados Unidos “seguro”.

“Estamos mais fortes do que nunca”, ressaltou Obama.

Quase 3 mil pessoas perderam a vida nos atentados terroristas de 11 de setembro de 2001 em Nova York, Washington e Pensilvânia.

Durante a viagem que será realizada aos EUA de 22 a 27 de setembro, o papa Francisco prevê visitar no dia 25 em Nova York o monumento em memória às vítimas dos atentados. EFE