Obras do trem do aeroporto de Cumbica aumentam de ritmo

  • Por Jovem Pan
  • 01/09/2014 13h56

As obras do trem para Cumbica aumentam o ritmo ao longo da rodovia Helio Smidt e devem ficar prontas em 2015. É um ramal que vai ligar a Estação Engenheiro Goulart, da CPTM, ao maior aeroporto do país, beneficiando 120 mil pessoas todo dia.

E a criação da Estação Cecap também vai facilitar as viagens dos moradores de Guarulhos a Cumbica. O secretário dos Negócios Metropolitanos, Jurandir Fernandes, apontou à repórter Carla Macedom o ponto mais complexo da obra.

Futuramente, a Linha 13 será conectada ao Brás e, em quatro ou cinco anos, o passageiro poderá embarcar na Paulista e descer no aeroporto. Em entrevista ao repórter Marcelo Mattos, o consultor em trânsito e transporte, Luíz Célio Bottura, falou sobre o perfil do usuário.

Para o passageiro de Cumbica, é inadmissível um aeroporto que só tenha acesso por carro. E um acesso complicado porque volta e meia o  trânsito fica engarrafado na rodovia Hélio Smidt.

A estação Guarulhos ficará em frente ao  terminal quatro de Cumbica, mas do outro lado da rodovia Hélio Smidt, sentido São Paulo. O passageiro desce do trem e utiliza outro serviço de transporte, oferecido gratuitamente pela concessionária do aeroporto, até os saguões.