OMS reúne novamente comitê de emergência para avaliar situação do ebola

  • Por EFE
  • 02/07/2015 10h12

Agentes de saúde ajudam um paciente vítima de Ebola que tem alucinações

Ebola

A Organização Mundial da Saúde (OMS) reunirá nas próximas horas por teleconferência os especialistas que formam um comitê de emergência para avaliar a situação da epidemia de ebola na África Ocidental, depois dos três novos casos detectados na Libéria.

Os cientistas analisarão com os especialistas as repercussões dos três novos doentes registrados na Libéria, dos quais um faleceu .

Esse país foi declarado livre de ebola há pouco menos de dois meses, mas as medidas de vigilância se mantiveram ativas, e os membros do comitê de emergência avaliarão se é preciso dar marcha ré nessa decisão.

Os especialistas também analisarão as ações iniciadas pelas autoridades do Ministério da Saúde da Libéria uma vez revelados os novos casos.

A saída da Libéria da lista de países contaminados ocorreu em 9 de março, após passar 42 dias -o dobro do período de incubação do vírus- sem nenhum novo caso.

O organismo mundial considera que o ebola continua sendo uma situação de saúde “de preocupação internacional”.

Segundo o último relatório da OMS, a epidemia infectou 27.514 pessoas, das quais 11.220 morreram na Guiné, Libéria e Serra Leoa, desde março de 2014.

Guiné e Serra Leoa não conseguiram até agora deter de maneira definitiva a transmissão do vírus.