ONG calcula 72 mortos desde início de ataque do EI contra base aérea na Síria

  • Por Agencia EFE
  • 12/08/2015 19h18

Beirute, 12 ago (EFE).- Pelo menos 72 pessoas morreram desde o início de um ataque, há três dias, do grupo terrorista Estado Islâmico (EI) contra o aeroporto militar de Kueires, situado na província síria de Aleppo e em sob o domínio do regime, conforme informou nesta quarta-feira o Observatório Sírio de Direitos Humanos.

A ONG detalha que 39 das vítimas eram soldados das forças governamentais, sendo que 31 eram oficiais.

Entre os integrantes do EI foram registradas pelo menos 33 baixas pelos confrontos nos arredores da base militar e na chamada Faculdade Aérea, que também fica nessa região e em poder das autoridades.

Segundo o Observatório, os jihadistas lançam projéteis contra o aeroporto e já cometeram três atentados suicidas com carros-bomba. Enquanto isso, o exército bombardeia posições dos radicais nos arredores de Kueires, no leste de Aleppo.

O EI proclamou um califado no fim de junho de 2014 na Síria e no Iraque, onde conquistou amplas partes de território. Na província de Aleppo, os radicais controlam áreas do nordeste e têm como principais redutos as localidades de Al Bab e Manbech. EFE