Ônibus cai em abismo e deixa 14 mortos e 45 feridos em Honduras

  • Por Agencia EFE
  • 31/10/2014 17h59

(Atualiza número de mortos e de feridos e com mensagem do presidente de Honduras).

Tegucigalpa, 31 out (EFE).- Pelo menos 14 pessoas morreram e outras 45 ficaram feridas, algumas em estado grave, quando o ônibus no qual viajavam caiu nesta sexta-feira em um abismo em uma estrada de Honduras.

O diretor da Polícia Rodoviária, Quintín Juárez, disse aos jornalistas que 11 das pessoas morreram no local do acidente e outras três enquanto recebiam atendimento médico em um hospital estadual.

O acidente aconteceu por volta das 10h locais (14h de Brasília) , quando o ônibus caiu em um abismo de 80 metros no setor de San Juan de Opoa, na estrada que leva a Santa Rosa de Copán, no ocidente de Honduras, acrescentou Juárez.

Após saber da tragédia, o presidente de Honduras, Juan Orlando Hernández, lamentou as mortes e instruiu os serviços de emergência a “atender com diligência” os feridos.

“Me solidarizo com as famílias das vítimas de San Juan de Opoa. Deus lhes acompanhe e lhes dê força neste momento de dor”, declarou o presidente em sua conta oficial no Twitter.

Por sua vez, o chefe do Corpo de Bombeiros, Edgardo Orellana, disse aos jornalistas que o número de mortos pode “chegar a 20, porque ainda há corpos no interior do ônibus” que não foram resgatados.

O diretor da Polícia Rodoviária acrescentou que os órgãos de socorro recuperaram cerca de 45 sobreviventes, “alguns em estado grave”, que foram transferidos a um hospital da região.

Segundo relatório das autoridades, o ônibus tinha saído cedo do município de Choloma, no departamento de Cortés, com destino a Santa Rosa de Copán, onde as pessoas participariam de um ato religioso.

De acordo com Juárez, o acidente foi provocado por “imprudência e excesso de velocidade” do motorista do ônibus, que morreu no acidente e cuja identidade não foi revelada. EFE

ac/rsd