ONU constata evidências de crimes contra a humanidade na Coreia do Norte

  • Por Agencia EFE
  • 17/02/2014 10h42

Genebra, 17 fev (EFE).- A Comissão de Investigação da ONU para a Coreia do Norte publicou nesta segunda-feira um extenso informe no qual denuncia a existência no país de sistemáticas violações dos direitos humanos, que atingem o grau de crimes contra a humanidade, como execução sumárias, tortura, desaparições forçadas e privação de alimentação.

O documento, baseado em depoimentos de mais de 240 pessoas, prova que o país se estrutura em um sistema de castas conhecido como “songbun”, que nivela os cidadãos com base em razões ideológicas e políticas.

O informe inclui uma carta do presidente da comissão, Michael Kirby, destinada ao líder norte-coreano, Kim Jong-un, na qual lembra ao chefe da nação que como responsável por todo o aparato de Estado deve assumir a responsabilidade por estes crimes, dos quais existem amplas evidências para serem levadas para um tribunal internacional. EFE