ONU inicia distribuição de alimentos para 1,4 milhão de pessoas no Nepal

  • Por Agencia EFE
  • 28/04/2015 14h52

Katmandu, 28 abr (EFE).- O Programa Mundial de Alimentos (PMA) das Nações Unidas iniciou uma operação de emergência para distribuir alimentos a cerca de 1,4 milhão de afetados pelo terremoto no Nepal, com um custo de aproximadamente US$ 116,5 milhões, conforme informou a agência humanitária nesta terça-feira.

A entidade enviou dois caminhões com alimentos ao distrito de Gorkha (norte), uma das regiões mais impactadas pelo terremoto de 7,8 graus na escala Richter que deixou cerca de 8 milhões de desabrigados desde sábado, segundo um comunicado do PMA.

Dessas pessoas, 1,4 milhão “precisa de assistência urgente durante os próximos três meses com um custo de US$ 116,5 milhões”.

O PMA pretende começará a distribuir arroz a partir de quarta-feira em Gorkha, onde os caminhões tentam chegar aos sobreviventes, “mas os deslizamentos de terra e as estradas danificadas dificultam o acesso”. Um helicóptero deve ir à região para levar os alimentos os locais inacessíveis por estrada.

Um avião que saiu da Malásia aterrissou nesta terça-feira em Katmandu com hospitais de campanha, equipamentos médicos e profissionais humanitários. Para os próximos dias é esperada a chegada de outras aeronaves de Bangladesh e Dubai com alimentos alto valor nutritivas.

O PMA espera ter dois helicópteros operacionais nos próximos dias para transportar carga e trabalhadores humanitários às regiões mais afetadas.

O número de mortos pelo terremoto já chegou a 5.057 e o de feridos a 10.915, enquanto o número de refugiados internos superou a marca de 450 mil pessoas, segundo a último apuração divulgada pelo Ministério do Interior do Nepal.

As atividades de resgate continuam dificultadas pelo tempo ruim e pelas carências do país para responder a um desastre de tal magnitude. EFE