Operação contra tráfico humano resgata 382 bebês na China

  • Por Agencia EFE
  • 28/02/2014 05h23

Pequim, 28 fev (EFE).- A polícia da China recuperou 382 recém-nascidos em uma operação nacional na qual desmantelou quatro grupos que traficavam bebês através da internet e prendeu 1.094 pessoas, informou nesta sexta-feira o Ministério de Segurança Pública do país.

Os detidos são suspeitos de operar através da internet disfarçados de centros de adoção e amparo de menores, uma prática contra a qual ocorreram várias operações policiais em diversas províncias do país desde 19 de fevereiro.

Segundo a polícia chinesa, as redes de tráfico de crianças no país utilizam a internet em suas operações com frequência cada vez maior, o que dificulta as investigações.

O tráfico de pessoas continua sendo uma prática ilegal muito ampla na China, tanto no caso de sequestros de menores como no de mulheres jovens.

Essas jovens são vendidas para homens solteiros para se casarem com os mesmos, especialmente em zonas rurais situadas a milhares de quilômetros do lugar onde foram sequestradas, enquanto as crianças, preferencialmente do sexo masculino, são oferecidas para serem adotadas por casais sem filhos em troca de grandes quantias de dinheiro. EFE