Panamá recebe nota oficial venezuelana sobre ruptura de relações

  • Por Agencia EFE
  • 06/03/2014 19h25

Cidade do Panamá, 6 mar (EFE).- A vice-ministra de Relações Exteriores do Panamá, Maira Arosemena, informou nesta quinta-feira que a chancelaria venezuelana notificou oficialmente a ruptura de relações e anunciou que o pessoal diplomático panamenho em Caracas voltará amanhã.

“Mandamos retirar nosso pessoal no dia de hoje, eles estão viajando amanhã” de volta ao Panamá, declarou a vice-chanceler ao “Canal 2” da televisão local.

Arosemena declarou que a chancelaria da Venezuela entregou hoje na embaixada do Panamá em Caracas duas notas, uma na qual declara “persona non grata” quatro diplomatas panamenhos credenciados nesse país e outra na qual comunica oficialmente a ruptura das relações diplomáticas.

A representação da Costa Rica na Venezuela tratará dos assuntos consulares do Panamá nesse país após a ruptura das relações, explicou Arosamena previamente.

O presidente venezuelano, Nicolás Maduro, anunciou essa medida contra o Panamá nesta quarta-feira, além do congelamento das relações comerciais e econômicas, motivado pelo que considerou uma intromissão do Panamá em assuntos internos.

O governo panamenho negou que a solicitação que fez para que a Organização dos Estados Americanos trate em reunião da situação dos protestos na Venezuela, durante os quais já morreram pelo menos 19 pessoas, represente uma ingerência.

A vice-chanceler disse mais cedo que no site da chancelaria panamenha será publicada a lista e a localização dos consulados costarriquenhos na Venezuela para orientar a colônia de seu país e os nacionais que necessitem fazer trâmites. EFE