Papa expressa “dor” e “horror” por ataque em igreja na França

  • Por EFE
  • 26/07/2016 09h25
ANG01 ROMA (ITALIA) 26/05/2016.- El papa Francisco celebra una misa con motivo del Corpus Christi en la basílica romana de San Juan de Letrán en Roma, Italia hoy, 26 de mayo de 2016. El papa Francisco alabó hoy a los cristianos que "se han desvivido para defender la dignidad de todos, especialmente de los más pobres, marginados y discriminados". EFE/Angelo CarconiPapa Francisco - EFE

O papa Francisco expressou “dor” e “horror” pela “violência absurda” que representa o ataque feito na missa das 10h (horário local) na Igreja de Saint-Étienne-du-Rouvray, na França, que terminou com a morte do padre e deixou outra pessoa gravemente ferida, de acordo com o porta-voz do Vaticano, Federico Lombardi.

“O papa está informado e partilha da dor e do horror por esta violência absurda, condenando radicalmente toda forma de ódio. O episódio abala ainda mais por ter ocorrido em uma igreja, local sagrado onde se anuncia o amor de Deus, onde foi barbaramente morto um sacerdote e envolvidos alguns fiéis”, afirmou Lombardi aos jornalistas.

Ainda conforme o porta-voz, o Vaticano está acompanhando de perto as informações que chegam de lá.

Segundo a “News. VA”, a agência oficial da Igreja, a ação foi comandada por dois sequestradores que foram mortos pela Polícia. O presidente da França, François Hollande, e o ministro do Interior, Bernard Cazeneuve, estão a caminho do local. A motivação do crime ainda é desconhecida.