Papa Francisco parte para Roma após visita de 5 dias à Coreia do Sul

  • Por Agencia EFE
  • 18/08/2014 02h44

Seul, 18 ago (EFE).- O papa Francisco partiu nesta segunda-feira de volta para Roma após finalizar uma histórica visita de cinco dias à Coreia do Sul, na qual fez um repetido apelo à reconciliação das duas Coreias.

O avião do pontífice, um Boeing 777 da companhia Korean Air, decolou da base aérea de Seongnam (sul de Seul) às 13h03 (horário local, 1h03 em Brasília), e deve chegar a Roma às 17h45 (13h45 em Brasília).

O premiê sul-coreano, Chung Hong-won, e o cardeal Andrew Yeom Soo-jung, arcebispo de Seul, junto com os bispos das 16 dioceses da Coreia do Sul, se despediram de Francisco em uma breve cerimônia no aeroporto que pôs um fim na primeira viagem à Ásia do pontífice argentino.

A visita é considerada histórica ao ser a primeira de um papa em 25 anos à Coreia do Sul e a primeira em 20 anos ao extremo Oriente.

Em seu percurso pelo país, Francisco fez repetidos apelos a favor do entendimento e da unificação na dividida península coreana, o último deles hoje durante uma missa dedicada à paz e à reconciliação.

Durante sua visita, o papa participou da Jornada da Juventude Asiática (JJA), que reuniu 6.000 jovens católicos do continente, e beatificou 124 mártires coreanos em um grande cerimônia para centenas de milhares de pessoas na praça de Gwangwhamun em Seul. EFE

raa-aaf/ma