Papa inicia sua última grande celebração na Coreia do Sul

  • Por Agencia EFE
  • 17/08/2014 05h22

Seul, 17 ago (EFE).- O papa Francisco deu começo neste domingo a uma missa ao ar livre para 45 mil pessoas na fortaleza de Haemi (oeste da Coreia do Sul) que encerrará esta tarde a VI Jornada da Juventude Asiática (JJA) e representará o último encontro do pontífice com o público em seu histórica visita a Coreia do Sul.

A cerimônia, na qual participam jovens de 23 países asiáticos junto a fiéis sul-coreanos, acontece junto à fortaleza de Haemi (cerca de 150 quilômetros ao sul de Seul), onde milhares de mártires católicos foram executados no século XIX.

O altar foi instalado junto à porta oeste do castelo, conhecida como a “porta do céu” já que é o lugar por onde passavam os mártires de caminho a ser executados.

A missa será realizada em diferentes idiomas, enquanto o papa lerá sua homilia em inglês e outros participantes discursarão em vietnamita, indonésio, japonês, híndi e coreano.

Francisco já participou da Jornada da Juventude Asiática – que durou cinco dias e reuniu a 6.000 jovens de todo o continente – na sexta-feira passada no Santuário de Solmoe, oeste do país.

A viagem de cinco dias do líder da Igreja Católica à Coreia do Sul, que abriga a 5,4 milhões de fiéis desta religião, é considerada histórica ao ser a primeira de um papa ao país em 25 anos e a primeira em duas décadas à Ásia Oriental. EFE

raa/ma