Papa nomeia bispos para Feira de Santana (BA), Chapecó (SC) e Luziânia (GO)

  • Por Agencia EFE
  • 03/12/2014 12h09

Cidade do Vaticano, 3 dez (EFE).- O papa Francisco nomeou na manhã desta quarta-feira Dom Zanoni Demettino Castro arcebispo coadjutor da arquidiocese de Feira de Santana (BA), informou a Santa Sé.

O Vaticano também nomeou Dom Odelir José Magri bispo da diocese de Chapecó (SC) e Dom Waldemar Passini Dalbello como bispo coadjutor da diocese de Luziânia (GO).

Nascido em 18 de abril de 1963, na cidade de Campo Erê (SC), Magri foi seguiu o caminho religioso na congregação dos Missionários Combonianos do Coração de Jesus. Estudou filosofia e teologia em Paris, na França, e em 18 de outubro de 1992 foi ordenado sacerdote.

Entre outros cargos, foi missionário na República Democrática do Congo, formador escolástico e pároco, conselheiro provincial, e assistente geral em Roma, na Itália.

Castro nasceu em 23 de janeiro de 1962, em Vitória da Conquista (BA), estudou filosofia e se formou em teologia pela Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro.

Foi ordenado sacerdote o 28 de dezembro de 1986. Desde então, foi pároco, membro do Colégio de Consultores e do Conselho Presbiteral, professor de teologia e presidente da Comissão de Sacerdotes da Região Nordeste da Conferência Episcopal do Brasil, entre outros.

Dalbello nasceu em 6 de junho de 1966 em Anápolis (GO), e foi ordenado sacerdote em 3 de dezembro de 1994. Estudou filosofia e teologia no Seminário Maior de Brasília e se formou em ciências bíblicas no Pontifício Instituto Bíblico de Roma.

Entre os cargos que desempenhou, destaque para os de pároco, diretor espiritual no Seminário Maior de Brasília e colaborador local na Nunciatura Apostólica no Brasil. EFE