Papa se reúne com Hollande e fala sobre defesa da pessoa e da família

  • Por Agencia EFE
  • 24/01/2014 11h48

Cidade do Vaticano, 24 jan (EFE).- O papa Francisco e o presidente francês, François Hollande, abordaram durante a reunião que realizaram nesta sexta-feira no Vaticano alguns temas atuais, como a “defesa e promoção da dignidade da pessoa, da família e da bioética”.

Assim é possível ler no comunicado do escritório de imprensa do Vaticano no qual também informa que se tratou de um encontro “cordial”, no qual também foi analisada a situação no Oriente Médio e dos conflitos em alguns países da África.

O comunicado explica que ambos reiteraram seu compromisso para “manter um diálogo contínuo entre Estado e Igreja Católica e a colaborar construtivamente nas questões de interesse comum”.

O papa argentino e Hollande repassaram alguns “temas atuais” e “no contexto da defesa e da dignidade da pessoa humana”, falaram sobre “a família, a bioética e o respeito das comunidades religiosas e a tutela dos lugares de culto”.

A conversa em privado, que durou 35 minutos, continuou com assuntos de caráter internacional como a pobreza, a imigração e a defesa do meio ambiente.

A próxima Cúpula do Clima será realizada na França em 2015 e, por isso, Hollande levou em sua delegação o ecologista Nicolas Hulot, representante presidencial designado para a proteção do planeta.

O papa e o líder francês analisaram a atual situação no Oriente Médio e nos países da África, cenários de guerras, e expressaram o desejo de que “a convivência possa ser restabelecida o mais rápido possível nestes lugares através do diálogo de todos os componentes da sociedade e com o respeito dos direitos de todos, especialmente das minorias étnicas e religiosas”.

Hollande chegou ao Vaticano com Manuel Valls, que em sua qualidade de ministro do Interior é também de Cultos.

Posteriormente, Hollande também se reuniu com o Secretário de Estado vaticano, Pietro Parolin. EFE