Para diminuir uso do Cantareira, governo de SP inicia interligação entre sistemas Rio Grande e Alto Tietê

  • Por Jovem Pan
  • 04/05/2015 15h58

Reserva Jaguari-JacareíCantareira

Governo do Estado de São Paulo inicia aquela que considera a obra mais importante no combate à crise hídrica em 2015. A interligação entre os sistemas Rio Grande e Alto Tietê tem conclusão prevista para agosto deste ano e o objetivo de diminuir o uso do Sistema Cantareira.

Quatro mil litros de água devem ser bombeados por segundo ao longo de 22 quilômetros de tubulações entre Rio Grande da Serra e Suzano.

O governador Geraldo Alckmin ressaltou a importância da ação em conjunto dos sistemas e como o Cantareira já se beneficia dos esforços de engenharia.

“Esta água que vai para Taiaçupeba vai pro Alto Tietê. aí o Alto Tietê empurra o Cantareira. Aí o Alto Tietê entra na Zona Leste e na Zona Norte e você depende menos do Cantareiria. Para ter uma ideia do tamanho da engenharia que foi feita, nós tirávamos do Cantareira 33 m³/seg, hoje tiramos 13 m³/seg”, explicou.

A obra está orçada em cento e trinta milhões de reais e deve ser executada pela própria Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo, a Sabesp. Além desta intervenção, o governo espera ter até junho reforços no abastecimento na Capital pelo rio Guaió e pelo Sistema Guarapiranga.