Para senadores, Nobel a presidente da Colômbia fortalece acordo de paz com Farc

  • Por Estadão Conteúdo
  • 07/10/2016 15h31
Senado

Senadores brasileiros parabenizaram o presidente colombiano, Juan Manuel Santos, por vencer o prêmio Nobel da Paz de 2016. Os parlamentares acreditam que o prêmio pode fortalecer ainda mais o acordo de paz entre o País e as Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc), que fracassou após a população colombiana rejeitá-lo em plebiscito realizado no último domingo. 

“Esse momento em que o mundo sinaliza e homenageia o presidente pelo que ele fez vai avançar e fazer com que a conciliação prevaleça à violência”, disse o senador Paulo Paim (PT-RS). 

A líder do PCdoB no Senado, Vanessa Grazziotin (AC), acredita que o prêmio demonstra que as tentativas de negociação por parte de Juan Manuel Santos estão no caminho certo. “Esse prêmio mostra como o presidente acertou em buscar o acordo de Paz com as Farc”, disse. 

Para a senadora, a derrota no plebiscito pode ser revertida com uma nova proposta de acordo, que revise pontos do texto, como o perdão a acusados por tortura e estupros.