Paraguai totaliza 35 mortes durante festas de fim de ano

  • Por Agencia EFE
  • 02/01/2014 15h59

Assunção, 2 jan (EFE).- A Polícia Nacional do Paraguai informou nesta quinta-feira que 35 pessoas morreram no país durante as celebrações do Ano Novo, entre acidentes de trânsito, homicídios, suicídios e afogamentos.

Segundo o boletim policial, 15 vítimas morreram nas estradas, sendo dez delas em acidentes com motos.

Além disso, entre os dias 30 e 31 de dezembro foram assassinadas sete pessoas, seis se mataram e outras seis morreram afogadas, quase todas no Rio Paraguai.

Por sua vez, o Centro de Emergências Médicas informou hoje que o número de acidentes de trânsito no fim de ano chegou a 71, frente aos 105 registrados nas mesmas datas do ano anterior.

“Tivemos uma diminuição e isso é significativo, porque os acidentes de moto são os que mais nos preocupam. Na virada de 2013 foram 85 e, nessa última, a de 2014, foram 24”, disse o diretor, Aníbal Filártiga.

Ele acrescentou que dez pessoas ficaram feridas por manipulação de fogos de artifício durante as festas, cinco delas eram menores de idade. Um dos menores, de 13 anos, sofreu amputação das pontas dos dedos.

Além disso, conforme informou, os médicos amputaram o pé de um adulto atingido por um dispositivo explosivo conhecido como “Cebollon”. EFE