PCC fatura R$16 milhões por mês, aponta relatório de CPI

  • Por Jovem Pan
  • 08/08/2015 08h34
PCC faixas

O relatório final da CPI que apura a atuação do Primeiro Comando da Capital (PCC) aponta o faturamento de R$16 milhões ao mês pelos integrantes da organização criminosa de São Paulo. O documento foi divulgado na quarta-feira (05) pela Câmara dos Deputados.

De acordo com informações do portal UOL, outro apontamento é que o lucro do PCC aumentou muito desde 2008. A Comissão usou como base um livro-caixa apreendido pela polícia, onde constavam R$4,8 milhões por mês fruto de crimes como assalto, roubo a bancos e sequestros. Em 2010 esse valor atingiu uma média de R$8 milhões.

Outro item do relatório é o depósito de dinheiro em cofres espalhados por diferentes imóveis. Ligações interceptadas pelo Ministério Público apontam que há ao menos sete deles, no entanto, as localizações não são conhecidas.

Apesar das descobertas, o MP não conseguiu desmantelar o alto comando da organização. Segundo o promotor Lincoln Gaklya, integrante do Gaeco (Grupo de Atuação Especial contra o Crime Organizado), interceptações telefônicas não conseguiram informações suficientes, uma vez que a comunicação é feita em parte por advogados outras pessoas que visitam presídios.