Pesquisa mostra Trump à frente de Hillary em dois dos principais “swing states”

  • Por Estadão Conteúdo
  • 13/07/2016 14h08
Donald Trump e Hillary Clinton mantiveram suas vantagens e trocaram acusações sobre combate ao terrorismo

Uma nova pesquisa de intenções de voto para as eleições presidenciais nos Estados Unidos divulgada, nesta quarta-feira (13), mostra o pré-candidato republicano, o bilionário Donald Trump, passando à frente da rival democrata, Hillary Clinton, em dois dos chamados “swing states”, Estados que, historicamente, não são nem democratas e nem republicanos e que, por isso, têm tido peso decisivo para definir as eleições presidenciais no país. 

Na Flórida, Trump aparece com 42% e Hillary com 39%. Na Pensilvânia, o magnata tem 43% e a ex-secretária de Estado dos EUA aparece com 41%. Já em Ohio os dois estão empatados com 41%. O levantamento foi feito pela Quinnipiac University. A margem de erro da pesquisa, para mais ou para menos, é de 3,1 pontos porcentuais, na Flórida e Pensilvânia, e de 3,2 pontos em Ohio.

No relatório que acompanha a divulgação dos dados, a Quinnipiac University ressalta que, desde 1960, nenhum presidente dos EUA foi eleito para a Casa Branca sem ganhar ao menos em dois dos três Estados da pesquisa. 

A pesquisa anterior, divulgada em 21 de junho passado, mostrava Hillary com 47% e Trump com 39% na Flórida. A democrata também aparecia na frente na Pensilvânia, com 42%, enquanto Trump estava com 41%. Em Ohio, os dois estavam empatados com 40% cada. Para a pesquisa divulgada nesta quarta, a Quinnipiac University entrevistou 1,015 eleitores na Flórida, 955 em Ohio e 982 na Pensilvânia entre os dias 30 de junho e 11 de julho.

Nacional

Já uma estudo nacional divulgado pela Ipsos/Reuters, na passada terça-feira (12), mostra liderança de Hillary Clinton com 46% das intenções de votos, enquanto Trump tinha 33%. O levantamento foi feito entre os últimos dias 8 e 12 deste mês. Na pesquisa da semana anterior, a democrata tinha 45% e o empresário aparecia com 35%. A margem de erro da pesquisa é de 3 pontos porcentuais.