Pesquisadores desenvolvem nova forma de identificar tumor no cérebro

  • Por Jovem Pan
  • 29/01/2016 14h43
Cérebro

Pesquisadores da USP desenvolveram nova forma de identificação de tumores no cérebro que pode facilitar o tratamento dos pacientes. O estudo foi feito pela Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto e pelas universidades norte-americanas de Columbia e do Texas.

Os cientistas verificaram mais de 1.100 casos de pacientes que eram diagnosticados com a mesma patologia, mas que tinham desfechos diferentes. Atualmente, são utilizadas quatro classificações para ocorrências de tumores cerebrais e, com a pesquisa, foram criadas sete qualificações.

A pesquisadora da Faculdade de Medicina da USP de Ribeirão Preto, Tatiane Malta, diz que a mudança poderá proporcionar um tratamento mais preciso. “O diagnóstico atual não é muito apurado”. Segundo ela, com o novo sistema é possível tratar melhor os pacientes (ouça detalhes no áudio acima).

O estudo foi desenvolvido por mais de 10 anos pelos pesquisadores, mas a nova classificação ainda não tem data para começar a ser utilizada.

Com informações de Anderson Costa