Petrobras autoriza início de cessão de exploração de campos terrestres

  • Por Agência Estado
  • 02/03/2016 10h42
Sede da Petrobras no Rio de Janeiro. 04/03/2015 REUTERS/Sergio MoraesSede da Petrobras no Rio de Janeiro

A diretoria executiva da Petrobras aprovou o início do processo de cessão dos direitos de exploração, desenvolvimento e produção de petróleo e gás natural de um conjunto de campos terrestres, assim como a venda dos ativos relacionados a essas concessões.

A venda dos campos terrestres, segundo fato relevante enviado pela companhia à Comissão de Valores Mobiliários (CVM), faz parte do Plano de Desinvestimento da Petrobras e será realizada através de processo competitivo.

Campo de Sépia

A Petrobras deu início ao sistema de Produção Antecipada de Sépia, antiga área de Nordeste de Tupi, no pré-sal da Bacia de Santos, com o navio-plataforma FPSO Cidade de São Vicente. De acordo com comunicado, a produção será de cerca de 20 mil barris de óleo por dia durante o período do teste, e a qualidade do óleo é boa, de 26º API.

A plataforma foi instalada em profundidade de cerca de 2.200 metros e conectada ao poço 1-RJS-691, onde permanecerá por um período de 180 dias. O escoamento se dará por navios aliviadores, explica a companhia.

Este é quarto Sistema de Produção Antecipada na área de cessão onerosa da Bacia de Santos. O desenvolvimento do sistema definitivo de produção está previsto para entrar em operação na área em 2020.

O campo de Sépia fica a cerca de 185 quilômetros da costa do Rio de Janeiro e, ainda de acordo com o comunicado, teve sua declaração de comercialidade anunciada em setembro de 2014.

Veja detalhes do campo Sépia Leste em imagens ilustrativas divulgadas pela Petrobras: