PM está preocupada com torcedores argentinos e hooligans; EUA terão segurança reforçada em SP

  • Por Jovem Pan
  • 29/05/2014 08h53

A Polícia Militar vai restringir o acesso à Arena Corinthians e seleção dos Estados Unidos terá esquema reforçado de segurança. Nesta quarta-feira, a corporação detalhou como será a segurança preparada para o Mundial, que começa em 12 de junho.

Aproximadamente 4.500 homens foram divididos em três batalhões para atuar em Itaquera, na Fan Fest e em hotéis que vão receber delegações. O comandante do Policiamento da Copa, coronel Wagner Tardelli, afirmou a Anderson Costa que protestos pacíficos serão tolerados.

*Ouça os detalhes no áudio

A delegação dos Estados Unidos ficará hospedada na capital paulista e terá um esquema especial de segurança. O comandante do 3º Batalhão, tenente coronel Walter Romano, ressaltou que a operação vai contar com outros órgãos.

Ao todo, serão 200 policiais espalhados por oito hotéis reservados pela Fifa. O tenente-coronel Antônio Valdir destacou que o primeiro batalhão vai cuidar da Arena e também dos centros de treinamento.

O coronel Tardelli acrescentou que há preocupação com torcedores argentinos e com hooligans ingleses. No caso de manifestações, outras unidades da PM, como Força Tática e Rocam, irão atuar no policiamento.