PM usa bombas de gás em ato próximo à Alerj

  • Por Estadão Conteúdo
  • 24/05/2017 16h29
RJ - PROTESTO/ALERJ/SERVIDORES - GERAL - Manifestantes se concentram em frente à Assembleia Legislativa do Rio (Alerj), no centro da cidade, em protesto contra votação na Casa que prevê o aumento de 11% para 14% da contribuição previdenciária dos servidores estaduais. O ato foi convocado pelo Movimento Unificado dos Servidores Públicos Estaduais (Muspe) e conta com o apoio de sindicatos. 24/05/2017 - Foto: ELLAN LUSTOSA/CÓDIGO19/ESTADÃO CONTEÚDOProtesto Alerj - AE

A Polícia Militar usou pelo menos quatro bombas de gás para tentar dispersar manifestantes que estão do lado de fora da Assembleia Legislativa do Rio (Alerj). A ação acontece em ruas laterais da assembleia, para onde um grupo de manifestantes se deslocou na tentativa de entrar na Alerj. Todos os acessos do público à casa estão fechados.

A maior parte dos manifestantes está concentrada na frente do legislativo estadual, onde até o momento não houve tumulto. Um grupo decidiu se deslocar para uma via lateral após anúncio no caminhão de som de que os deputados já estavam votando o aumento da contribuição previdenciária dos servidores de 11% para 14% – e com a proposta em vias de ser aprovada.

Com as primeiras bombas, o comércio nas ruas próximas à Alerj começou a fechar as portas.