Polícia Civil busca por segundo suspeito de matar professor em São Paulo

  • Por Jovem Pan
  • 27/05/2014 08h49

A Polícia Civil realiza buscas por segundo suspeito de participação na morte de professor no mês passado, no Paraíso, zona Sul de São Paulo. Walber da Silva de Farias, de 19 anos, foi identificado por câmeras de segurança e, em sua casa, foram encontradas munições usadas no crime.

A investigação já prendeu um dos suspeitos, Wallace Novak Rodrigues, de 18 anos, que foi detido há um mês usando documentos falsos. A identificação do criminoso não foi feita a partir de denúncia, como contou o secretário de Segurança Pública, Fernando Grella Vieira.

*Ouça os detalhes no áudio

Vieira explicou que os investigadores chegaram ao suspeito por meio de um cruzamento de dados no serviço de informações da polícia. Wallace e seu comparsa tinham passagens criminais por roubos na região do Glicério, no centro de São Paulo.

Segundo o delegado titular de roubos e latrocínios do DEIC, o suspeito foragido também é investigado pelo assassinato de um policial no ano passado. Falando ao repórter Victor La Regina, Carlos Battista informou que a polícia tem 30 dias para coletar mais pistas sobre os acusados.    

O suspeito preso disse, em depoimento, que ele e o comparsa decidiram abordar a vítima quando caminhavam pela rua Abílio Soares. O professor Gomides Vaz de Lima Neto foi surpreendido enquanto esperava no carro a namorada que fazia compras em um supermercado.