Polícia da Macedônia e refugiados se enfrentam na fronteira com a Grécia

  • Por Agencia EFE
  • 21/08/2015 08h40

Skopje, 21 ago (EFE).- A Polícia da Macedônia jogou nesta sexta-feira bombas de efeito moral contra os refugiados que tentavam atravessar a passagem fronteiriça com a Grécia, depois que ontem o governo decretou estado de emergência nas fronteiras por causa da entrada em massa de imigrantes vivida pelo país.

Segundo a agência de notícias grega “AMNA”, os agentes tentaram dispersar cerca de 2.000 imigrantes, em sua maioria refugiados, bloqueados em Eidomeni, a passagem fronteiriça do sul da Antiga República Iugoslávia da Macedônia.

Houve dois feridos, segundo a “AMNA”, que foram levados para o hospital de Polykastro, em território grego.

Segundo números oficiais, mais de 40 mil imigrantes ilegais chegaram na Macedônia nos dois últimos meses.

A imprensa local informa que pelo menos 1.500 deles estão à espera de poder atravessar a passagem fronteiriça de Eidomeni.

A fronteira, segundo a imprensa, está bloqueada desde quarta-feira, por isso que grupos de mulheres, homens e crianças resistem às altas temperaturas sem ter um local para se alojar nem acesso aos serviços básicos.

Nessa região só trabalham os voluntários das ONGs que lhes fornecem comida e assistência médica básica. EFE