“A polícia está ficando muito sozinha”, acredita delegado Nico

  • Por Jovem Pan
  • 26/05/2015 13h36

Delegado Nico participou do Pânico nesta terça-feira (26)

Delegado Nico participa do Pânico

“Não podemos largar a polícia sozinha porque senão fica muito ruim”, falou o delegado Osvaldo Nico Gonçalves, diretor do  Departamento de Capturas e Delegacias Especializadas(Decade) em São Paulo no Pânico desta terça-feira (26). “Nossa instituição da polícia está ficando muito sozinha”, considerou também.

O profissional da Segurança, porém, considerou que o poder público de modo geral está se distanciado nas forças policiais.  “Estou no dia-a-dia com os policias e a gente tem o prazer em prender. É muito gostoso prender”, falou o policial ao comparar a detenção de um bandido com “fazer um gol aos 46 do segundo tempo e ser campeão do mundo”.

O delegado Nico, que tem também uma rede de pizzarias em São Paulo e região metropolitana chamada Sala Vip, defendeu no programa de Emílio Surita que São Paulo é, sim, um Estado seguro, mas que a mídia acaba influenciando na sensação de insegurança. “As pessoas se sentem desconfortáveis de ver tanta notícia em programa sensacionalista”, falou. “Procuro transmitir segurança, eu sei que é difícil”, emendou.

“Tem que ter Direitos Humano, não sou contra, mas não pode ter essa proteção toda acusando sempre a polícia. O policial vem da própria sociedade”, avaliou sobre as críticas de assassinato de criminosos e suspeitos. “Sou favor do pessoal dos Direitos Humanos, mas eles têm que ser ponderados”, incluiu durante a entrevista no programa.