Polícia paraguaia desmantela base do tráfico e apreende 356 kg de maconha

  • Por Agencia EFE
  • 20/06/2014 12h36

Assunção, 20 jun (EFE).- A polícia do Paraguai invadiu nesta sexta-feira uma base de operações de uma rede de tráfico localizada na cidade de Salto del Guairá, junto à fronteira com o Brasil, e deteve duas pessoas, além de ter apreendido uma carga de 356 quilos de maconha.

Segundo a Secretaria Nacional Antidroga (Senad), os detidos são o paraguaio Juan Carlos Franco Rotela, de 30 anos, e Javier López Safi, o proprietário da casa situada no bairro Industrial da cidade.

A casa era utilizada como uma base de distribuição de droga, já que a maconha encontrada no local era enviada ao Brasil em veículos condicionados para isso, informou a Senad em relatório.

De acordo com dados da Senad e da Polícia Federal (PF), o Paraguai é o segundo maior produtor de maconha da América, ficando atrás apenas do México. As plantações ilegais espalhadas por todo o país, mas principalmente na fronteira com o Brasil, produzem cerca de 30 mil toneladas de maconha por ano.

Segundo as fontes citadas, 80% dessa produção é destinada ao Brasil, seja em pequenos aviões ou em caminhões e veículos de menor porte que aproveitam os milhares de quilômetros de fronteira seca para fugir dos controles policiais.

Na operação desta madrugada, os agentes da Senad encontraram uma carga de 356 quilos de maconha já prensada e que estava preparada para atravessar a fronteira em um automóvel.

Junto aos dois traficantes, a polícia também confiscou duas pistolas 9mm e um revolver 38, além de munição, duas motocicletas sem placa e um carro. EFE