Polícia prende quatro por disparo que atingiu manifestante em ato contra Trump

  • Por Estadão Conteúdo
  • 12/11/2016 18h38
Manifestantes protestam contra Donald Trump em Nova York - EFE

A polícia em Portland, no Estado de Oregon, disse que foram detidas quatro pessoas suspeitas de envolvimento no disparo que feriu um manifestante em um ato contra Donald Trump neste sábado (12). Segundo nota, os policiais acreditam que eles fazem parte de uma gangue. 

Um homem foi baleado enquanto participava de uma manifestação contra a vitória para presidente do republicano Donald Trump. O atirador teria saído do seu veículo, entrado em confronto com o manifestante e realizado o disparo. O confronto ocorreu enquanto os manifestantes atravessavam a ponte do rio Willamette.

Os protestos viraram a noite de sexta-feira (11) e continuam no sábado, em várias cidades dos Estados Unidos. A polícia disse que a vítima foi levada para um hospital com ferimentos “não fatais” e deve sobreviver.