Polícia se retira da entrada de estação de trens de Budapeste

  • Por Agencia EFE
  • 03/09/2015 05h40

Budapeste, 3 set (EFE).- A polícia da Hungria se retirou da entrada da estação Keleti de Budapeste e dezenas de refugiados que aguardavam nas portas entraram correndo no terminal, embora não estejam partindo trens internacionais.

Desde terça-feira passada, as forças de segurança húngaras tinham bloqueado a entrada da estação, em cujos limites acampam mais de mil refugiados que esperam para embarcar rumo ao oeste da Europa.

Logo após a saída da polícia esta manhã, os refugiados se lançaram às plataformas da estação para entrar em um trem que os leve à Áustria ou Alemanha, mas um porta-voz da companhia estatal de ferrovias húngara MAV advertiu que não partirão trens com destinos para fora do país, apenas comboios para o norte da Hungria.

Ontem à noite, as autoridades informaram aos milhares de refugiados reunidos ali que só poderão continuar sua viagem após seu registro, para o que deverão se encaminhar a alguns dos acampamentos de amparada, todos fora da capital, informou o portal “hvg”.

A grande maioria dos refugiados não quer ficar na Hungria, mas seguir rumo a países mais ricos da Europa, como Áustria e Alemanha.

A crise suscitada pela chegada em massa de refugiados à Hungria será tratada hoje em Bruxelas, em reunião do primeiro-ministro húngaro, Viktor Orbán, com as principais autoridades da União Europeia. EFE