Policiais suspeitos de estupro na Rocinha são investigados

  • Por Agência Brasil
  • 30/12/2015 14h29

UPP da Rocinha já foi alvo de manifestações em 2013Unidade de Polícia Pacificadora

Dois policiais do Batalhão de Operações Especiais da Polícia Militar são suspeitos de estuprar uma moradora da comunidade da Rocinha, na zona sul do Rio. O crime teria acontecido na manhã do dia 25.

De acordo com a Polícia Civil, a vítima prestou depoimento e foi encaminhada para exame de corpo delito. Laudos complementares foram feitos pela mulher e serão encaminhados à polícia. A delegacia ouviu os suspeitos. Agentes da Polícia Civil buscam testemunhas e outras informações que ajudem nas investigações.

Segundo a PM, os policiais estavam na Rocinha para atender ao caso de um ferido na favela. Durante a ação, os policiais encontraram o corpo e ficaram no local para preservar a área e aguardar a Delegacia de Homicídios. A equipe não relatou nenhum outro fato.

O caso aconteceu um dia após a tortura a quatro jovens no bairro de Santa Teresa, cujos suspeitos também são policiais militares. Oito policiais da Unidade de Polícia Pacificadora da Coroa, Fallet e Fogueteiro chegaram a ficar presos administrativamente por 72 horas, mas foram soltos e estão fazendo trabalhos internos na PM.