AO VIVO: CPI da Covid-19 ouve Raimundo Nonato, sócio da VTCLog; acompanhe

Comissão investiga se empresa de logística, que possui contrato com o Ministério da Saúde, foi favorecida por atuação do então diretor da pasta, Roberto Ferreira Dias

  • Por Jovem Pan
  • 05/10/2021 10h26
Edilson Rodrigues/Agência SenadoReta final: CPI da Covid-19 terá mais três depoimentos antes da votação do relatório do senador Renan Calheiros (MDB-AL)

A CPI da Covid-19 ouve, nesta terça-feira, 5, Raimundo Nonato Brasil, sócio da VTCLog. A empresa tem contrato com o Ministério da Saúde e é responsável por toda a logística de insumos, inclusive a de vacinas contra o coronavírus. A ideia dos parlamentares era receber Carlos Alberto de Sá, o Carlinhos, dono da companhia. Entretanto, ele apresentou um atestado médico, no qual alega estar fazendo um tratamento contra o câncer, e foi dispensado pela direção da CPI. Na noite desta segunda-feira, 4, o ministro Dias Toffoli, do Supremo Tribunal Federal (STF), concedeu a Nonato o direito de permanecer em silêncio em perguntas que possam incriminá-lo.

No início do mês de setembro, o ministro Benjamin Zymler, do Tribunal de Contas da União (TCU), suspendeu um aditivo que elevou em R$ 88 milhões o acordo da VTCLog com a Saúde, assinado pelo então diretor de Logística da pasta, Roberto Ferreira Dias, e apontou a possibilidade de que o acordo celebrado tenha configurado uma tentativa de fraude aos cofres públicos. Antes disso, no dia 1º de setembro, a comissão recebeu o motoboy Ivanildo Gonçalves, que admitiu ter entregado dinheiro vivo em endereços de Carlinhos. O colegiado também suspeita que os R$ 47 mil em boletos pagos em nome de Dias foram uma forma de propina ao então diretor da pasta. Acompanhe a sessão ao vivo: