Apesar de decisão judicial, Omar Aziz irá indicar Renan Calheiros para a relatoria da CPI da Covid-19

Em reunião na noite desta segunda-feira, maioria dos integrantes do colegiado reiterou o acordo que prevê a escolha do emedebista para a função

  • Por André Siqueira
  • 27/04/2021 09h44 - Atualizado em 27/04/2021 09h45
Waldemir Barreto/Agência Senado - 10/02/2021Opositor do governo federal, o senador Renan Calheiros será o relator da CPÌ da Covid-19

Provável presidente da CPI da Covid-19, o senador Omar Aziz (PSD-AM) irá indicar Renan Calheiros (MDB-AL) para a relatoria da comissão, ignorando a decisão liminar concedida na véspera que barra a escolha do emedebista para a função. Este entendimento, que já havia sido costurado por sete dos 11 titulares, foi reiterado na noite desta segunda-feira, 26, em um jantar que ocorreu no apartamento funcional de Aziz, apurou a Jovem Pan. O acordo também prevê a eleição do senador Randolfe Rodrigues (Rede-AP), autor do requerimento para a criação do colegiado, para a vice-presidência.

Na véspera da primeira reunião do colegiado, que ocorrerá às 10h desta terça-feira, 27, a Justiça Federal do Distrito Federal concedeu uma liminar para impedir que Calheiros seja nomeado relator. A decisão, proferida pelo juiz Charles Morais, da 2ª Vara Federal do DF, foi proferida em uma ação popular movida pela deputada federal Carla Zambelli (PSL-SP), integrante da tropa de choque bolsonarista no Congresso.