Calheiros afirma que qualquer voto é válido contra Bolsonaro: ‘Até de rejeição’

Senador alagoano é aliado do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) e comentou sobre pesquisa Datafolha que indica vitória petista no primeiro turno da eleição presidencial

  • Por Jovem Pan
  • 30/05/2022 20h15
Pedro França/Agência Senado - 30/07/2021 O relator da CPI da Covid-19, Renan Calheiros, durante sessão do colegiado Calheiros afirmou que "qualquer voto é válido" para retirar Jair Bolsonaro da presidência da República

O senador Renan Calheiros (MDB-AL) utilizou as suas redes sociais nesta segunda-feira, 30, para opinar sobre a recente pesquisa do instituto Datafolha que indicou uma possível vitória nas eleições presidenciais ainda no primeiro turno pelo ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT). Na publicação, o parlamentar afirma que “qualquer voto é válido para descartar o inútil”, em uma referência ao presidente Jair Bolsonaro (PL) e alega que o documento indica uma derrota do “fascismo”. “Depois do Datafolha, que mostrou uma vantagem de 21% de Lula, outra pesquisa aponta a derrota do fascismo no 1º turno. Qualquer voto é válido para descartar o inútil: o voto útil, o partidário, o ideológico, o circunstancial e até o voto da rejeição”, alegou. Recentemente, ao comentar sobre a morte do rapaz asfixiado em uma viatura da Polícia Rodoviária Federal (PRF), Calheiros – que é crítico do atual mandatário e aliado do pré-candidato petista – alegou que o chefe do Executivo “copia o nazismo”.