Deputada federal Tabata Amaral anuncia filiação ao PSB

Afirmando ter ‘trajetória independente’ na política, a parlamentar ficou sem partido durante dois anos após deixar PDT por votar a favor da Reforma da Previdência

  • Por Jovem Pan
  • 17/09/2021 09h57
Divulgação/PDTTabata Amaral anuncia filiação ao PSB

A deputada federal Tabata Amaral, 27, anunciou na noite da última quinta-feira, 17, que vai se filiar ao PSB. Em 2019, a parlamentar se desfiliou do PDT, partido de Ciro Gomes, após votar a favor da reforma da Previdência, contra a orientação da legenda. Até então, permaneceu sem partido e numa disputa judicial para se filiar a outra sigla. Tabata critica o pré-candidato Ciro Gomes por ter sido machista e autoritário com ela, no momento de sua saída. “A Justiça reconheceu, na sua decisão quase unanime, que a fidelidade partidária não pode ser uma carta em branco para você perseguir de forma tão machista alguém, mas também que os nosso partidos precisam de uma arejada e uma renovação. Como alguém que acredita em partidos e ficou dois anos nessa luta para conseguir o direito de se filiar a um novo partido, eu vou para o PSB. E vou muito feliz, porque, dentro do campo progressista, o PSB tem muita clareza do seu papel no combate a este governo tão autoritário, incompetente e corrupto que infelizmente lidera o nosso país hoje, mas também tem muita clareza do seu papel de construção de uma alternativa para o que está posto. Não só como negação ao governo Bolsonaro, mas também com propostas concretas do que pensa para educação, geração de emprego e renda, para a pauta ambiental. Isso foi matéria de longas deliberações”, anunciou a deputada.

O anúncio de filiação ao PSB ocorreu em entrevista ao programa Conversa com Bial, da TV Globo. Ao ser confrontada pelo fato de o PSB ter punido dez deputados da legenda que votaram a favor da reforma da Previdência, Tabata disse que possui um entendimento de que foram situações diferentes. “O partido compreende, assim como eu, que, neste momento político nós precisamos focar muito mais no que nos une. Daqui para frente é diálogo, diálogo, diálogo, porque a gente tem um Brasil inteiro para reconstruir”, disse a parlamentar. O PSB é também o partido do namorado de Tabata, João Campos, atual prefeito do Recife e filho do ex-governador de Pernambuco Eduardo Campos. Recentemente, o governador do Maranhão Flávio Dino também deixou o PCdoB e se filiou ao PSB, bem como o também deputado federal Marcelo Freixo, que deixou o PSOL para entrar na legenda.