Filho de Lula rebate Eduardo Bolsonaro sobre assalto: ‘Família nojenta que comemora desgraça dos outros’

Deputado ironizou notícia sobre o roubo nas redes sociais; Luís Cláudio culpou o presidente Jair Bolsonaro pela violência e pobreza no país

  • Por Jovem Pan
  • 19/05/2022 16h16 - Atualizado em 19/05/2022 16h23
Matheus Bonomi/Estadão Conteúdo eduardo-bolsonaro.jpg Eduardo ironizou notícia sobre o assalto no Twitter

Luís Cláudio Lula da Silva, filho do ex-presidente Lula (PT), rebateu o deputado federal Eduardo Bolsonaro (PL-SP), filho do presidente Jair Bolsonaro (PL), sobre o assalto que sofreu na terça-feira, 17, em São Paulo. O parlamentar compartilhou a notícia e ironizou o roubo nas redes sociais. “É expropriação que fala? Ou seria mais adequado 100 anos de perdão…”, escreveu Eduardo. Em sua conta do Twitter, Luís Cláudio afirmou que o deputado é “um ser desprezível” e culpou o presidente pela violência e pobreza no país. “Dudu bananinha é um ser desprezível mesmo! Se estamos vivendo num Brasil violento e necessitado, onde crianças precisam assaltar para poder se alimentar, a culpa é do incompetente do seu pai! São mais de 16 milhões de desempregados desesperados para alimentar suas famílias”, escreveu.

O filho de Lula foi assaltado por menores entre 15 e 17 anos, que foram levados para a Fundação Casa. “E sim, eu não acredito que adolescentes cometam crimes porque gostam… Eles cometem crimes porque temos um governo federal omisso, que não liga para a população. Que não compra vacina, que não cria projetos sociais, que não cria emprego e que não faz a economia girar”, continuou. “Família nojenta que comemora a desgraça dos outros… Também é o que resta, né. É uma família que não tem vitórias para comemorar… Um patriarca egocêntrico, incapaz e limitado não teria como criar uma família de forma decente”, completou Luís Cláudio.