Lula quer foco no crescimento da bancada do PT no Congresso em 2022

Em reunião com parlamentares, ex-presidente disse que eleição de deputados e senadores deve ser prioridade do partido

  • Por André Siqueira
  • 05/10/2021 09h25
Reprodução/Twitter/@SenadorHumbertoEx-presidente Lula se reuniu com deputados e senadores do PT nesta segunda-feira, 4

No encontro com membros da bancada do PT no Congresso Nacional, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva disse que o crescimento do número de deputados e senadores nas eleições de 2022 deve ser uma das prioridades do partido. O petista se reuniu com correligionários nesta segunda-feira, 4, em um hotel em Brasília, e discursou por aproximadamente 30 minutos. Com 53 deputados federais, a sigla possui a maior bancada da Câmara dos Deputados, mas a expectativa é eleger de 80 a 100 parlamentares no pleito do ano que vem. No Senado, a legenda é representada por seis membros – dois deles, Humberto Costa (PE) e Rogério Carvalho (SE), integram a CPI da Covid-19. Segundo relatos dos presentes, o tom da conversa girou em torno da necessidade de se debater e, sobretudo, apresentar um “projeto de reconstrução nacional” para se contrapor ao governo do presidente Jair Bolsonaro.

Lula também voltou a dizer que irá conversar com todos aqueles que estiverem dispostos a ouvi-lo. Nesta semana, por exemplo, o ex-presidente vai jantar com lideranças do MDB na casa do ex-presidente do Senado Eunício Oliveira (CE). A relação do petista com a velha-guarda do partido é antiga e, segundo aliados, não sofreu abalos mesmo após o impeachment de Dilma Rousseff, em 2016. Emedebistas argumentam que a destituição da então presidente passou pelas mãos de Michel Temer, Eduardo Cunha, Henrique Eduardo Alves e companhia, e não por integrantes da Casa Alta do Congresso. Mesmo entre deputados do PT, prevalece o entendimento de que o ex-presidente da República precisa construir um amplo arco de alianças. “Isso está pacificado. A nossa perspectiva é que precisamos ganhar eleição. Se não tivermos o apoio desses partidos, precisamos não ter uma oposição muito grande. O objetivo do PT é tentar trazer pessoas para essa visão de que o país tem que avançar”, disse à Jovem Pan o deputado federal Carlos Zarattini (PT-SP).